Renda Brasil valor – Qual será? Terá décimo terceiro? Entenda!

Com o anúncio do programa Renda Brasil, milhões de brasileiros, beneficiários do Bolsa Família e do Auxílio Emergencial estão procurando respostas sobre qual será o valor do Renda Brasil. Então, aqui explicaremos tudo, além de detalhes sobre o décimo terceiro do Bolsa Família e do novo programa.

Desde que a crise sanitária se iniciou, milhões de pessoas tiveram sua renda diretamente afetada pelo isolamento social imposto. Dentre estes, talvez a fatia da população que teve um maior impacto foram os trabalhadores informais.

Quem trabalha por conta própria, sem registro na carteira de trabalho, viu — de uma hora para outra — seus ganhos diários se esvair, e nisso, foi necessário que o governo federal entrasse com um auxílio financeiro para o enfrentamento dessa fase.

Daí surgiu o Auxílio Emergencial, e como já anunciou a equipe econômica, é possível que tenhamos um novo programa social, com fortes chances de substituir o Bolsa Família.

Estamos falando do Renda Brasil, programa social que tem como objetivo auxiliar financeiramente milhares de brasileiros, incluindo os trabalhadores informais.

E para sanar muitas dessas dúvidas, nós reunimos abaixo tudo o que já se sabe sobre o Renda Brasil, novo programa social anunciado pelo governo. Siga com a sua leitura e venha conferir

Valor do Renda Brasil

O valor do Renda Brasil é uma das questões mais questionadas desde a primeira fala do ministro Paulo Guedes sobre o programa. Contudo, o projeto ainda não foi enviado ao Congresso Nacional, por isso é impossível afirmar o valor exato que será pago.

Mas nada nos impede de fazer suposições. Bom, o valor pago atualmente no Bolsa Família fica na média de R$ 191 por família. Enquanto isso, o auxílio emergencial, que deve ser incorporado no Renda Brasil, vai de R$ 600 a R$ 1.200, dependendo da situação do beneficiário.

valor do renda brasil
Valor do Bolsa Família será alterado com o Renda Brasil / Imagem não oficial e meramente ilustrativa.

Sabendo disso, valor do Renda Brasil será a soma de ambos os programas? Não, isso é impossível, já que o governo federal não tem tanto dinheiro assim.

Na verdade, os economistas acreditam que o valor pago pelo Renda Brasil seja similar ao que já temos no Bolsa Família, com um pequeno acréscimo. A diferença é que o Bolsa Família tem um valor variável, enquanto o Renda Brasil tende a ter um pagamento fixo para todos os beneficiários. Ao menos até o momento ninguém falou sobre o assunto.

A especulação mais aceita é de que o valor pago será entre R$ 200 e R$ 300, ainda assim bem abaixo aos valores oferecidos pelo Auxílio Emergencial. Dessa forma, não está descartado um período de transição, onde o pagamento de R$ 600 seria reduzido gradualmente.

Décimo terceiro Renda Brasil

Uma das promessas de campanha do Governo Bolsonaro foi  a criação do décimo terceiro do Bolsa Família. Agora, com a possibilidade de mudança de programa, muitas dúvidas surgem. Aliás, o valor até foi pago em 2019, mas por meio de uma Medida Provisória e não de uma lei.

A tendência é de que o Renda Brasil siga com o modelo adotado no Bolsa Família, tendo em vista que seria um retrocesso político anular uma promessa de campanha já conquistada.

Esses detalhes serão revelados assim que os critérios, formas de cadastro e operacionalização sejam revelados. A expectativa é de que isso acontece durante o mês de setembro.

O que é o Renda Brasil?

Bom, caso você ainda esteja desatualizado sobre esse tema, saiba que o Renda Brasil é um programa social anunciado pela equipe do Ministério da Economia. Desde então, surgiram diversas teorias sobre o assunto.

O que se sabe é que será um programa de transferência de renda, bem similar ao modelo utilizado no Bolsa Família. Mas, com algumas diferenças quanto ao seu valor e as categorias de pessoas que poderão receber o auxílio.

Diferentemente do Bolsa Família, que busca auxiliar as famílias que se encontram-se em condições de pobreza e pobreza extrema, o Renda Brasil também agregará os trabalhadores informais. Contudo, não serão todos eles.

Com a crise, foi exposta uma fragilidade social muito grande, que é justamente a dos trabalhadores informais, os mais impactos em momentos como o que estamos vivendo. Pense nos vendedores ambulantes, como eles podem trabalhar durante a pandemia? Foi algo que se tornou inviável.

Quem receberá o Renda Brasil?

Como já falamos nos tópicos anteriores, o diferencial do Renda Brasil é quem poderá receber o benefício.

Mais de 65,5 milhões de pessoas tiveram acesso ao Auxílio Emergencial, enquanto 14,3 milhões de famílias recebem o Bolsa Família. Nem todos os que fazem parte do Auxílio terão direito, por outro lado, quem ganha o Bolsa Família automaticamente será inserido no novo programa.

O Renda Brasil deverá reunir outros programas sociais em si, como o Auxílio Emergencial, por exemplo. Nesse sentido, ele se tornaria um programa permanente e não mais de apenas 5 meses, sendo incorporado pelo Renda Brasil e beneficiando trabalhadores informais que já estão recebendo os valores durante a crise.

Vale lembrar aqui, que na criação do Bolsa Família em 2003, outros programas sociais já existentes também foram utilizados para incorporá-lo, como o Auxílio-Gás e o Fome Zero, por exemplo.

Renda Brasil é igual ao Bolsa Família?

Bom, o principal intuito do Bolsa Família é levar uma ajuda para as famílias em condições de alta vulnerabilidade social, vivendo em condição de pobreza ou extrema pobreza.

Além disso, um outro intuito do Bolsa Família é atuar para diminuir o índice de evasão escolar entre as crianças de famílias mais pobres do país. Afinal, entre essa camada social, o número de crianças e adolescentes que abandonam a escola ainda é bem alto. Por isso, quem recebe o benefício precisa manter os filhos na escola, ou perderá o pagamento.

Enquanto isso, o Renda Brasil, possivelmente será bem similar ao já existente Bolsa Família. Entretanto, a ideia é investir na utilização da Carteira Verde Amarela, que vai estimular a procura por empregos formais, principalmente por jovens.

Podemos dizer que o Renda Brasil é uma evolução do Bolsa Família, já que os dois são considerados programas de transferência de renda.

É o fim do Bolsa família?

Quando se comenta sobre a criação do Renda Brasil, aquilo que mais se menciona é que ele virá para substituir o Bolsa Família. Apesar disso ser uma possibilidade, ainda não há nenhuma confirmação de que realmente acontecerá.

Na verdade, o que podemos comentar é que, ao invés de acontecer o fim do Bolsa Família, haja a incorporação do mesmo, além de outros programas sociais, num único benefício: o Renda Brasil.

Então, para todas as famílias e pessoas que atualmente são beneficiárias do programa e o utilizam para ajudar em sua condição de vida, não é necessário se preocupar até então. Aliás, é provável que os beneficiários do Bolsa Família automaticamente sejam cadastrados no Renda Brasil.

Mesmo com a substituição pelo Renda Brasil, com certeza haverá um programa de transição, onde aloque todos os atuais recebedores para o novo benefício.

Para finalizar, saiba que até então nada mudou. O Bolsa Família ainda continua valendo e o Cartão Cidadão é a ferramenta usada para o recebimento do benefício.

De todo o modo, fique atento às notícias para possíveis atualizações sobre o tema.

1 comentário em “Renda Brasil valor – Qual será? Terá décimo terceiro? Entenda!”

Deixe um comentário