Renda Brasil Vale Creche

O Governo Federal tem em vista um novo projeto com a finalidade de ampliar o programa Bolsa Família para pessoas desempregadas e autônomas. Assim, hoje vamos falar sobre o Renda Brasil Vale Creche e todos os detalhes.

Isso ocorre por conta da pandemia, e da criação do auxílio emergencial no qual foi mapeado a quantidade de famílias que necessitam desse tipo de programa e dessa renda para poder se manter.

O que é Renda Brasil?

O Renda Brasil é um benefício novo e baseado em informações coletadas na pandemia. O valor inicial do projeto poderá variar de R$ 232 a R$ 300 a partir das informações de duas necessidades estipuladas, sendo elas:

  • Superação da pobreza – R$ 100
  • Por cada criança de 0 a 15 anos – R$ 100

A proposta do projeto Renda Brasil é que esse programa possa atender a necessidade de mais pessoas e tem o objetivo de unificar os programas, ou seja, o fim do Bolsa Família e o Auxílio Emergencial o Renda Brasil irá unir esses dois programas e atender a necessidades de mais pessoas.

Renda Brasil terá vale creche?

O governo do presidente Jair Bolsonaro pretende criar um vale de R$ 250,00 por mês para que as crianças possam ser atendidas por esse novo programa, porém esse plano de auxílio para as crianças ainda está em análise e tem que ser debatido com o Ministério da Educação para validar o auxílio, até o momento não foi informado novas informações.

Esse auxílio mensal irá servir para que as famílias matriculem seus filhos em creches privadas ou igrejas para que eles tenham vagas. Sendo assim, fica livre a escolha dos pais para matricular em qualquer creche e aproveitar a estrutura de instituições que já existem sem a necessidade de construção de novas creches públicas no país.

A partir disso, a estimativa é que o déficit de vagas para as crianças com idade de 0 a 3 anos que vão ser atendidas pelo programa é de dois milhões, nessa estimativa já estão descartadas as famílias cujo filhos não estão em creches por opção dos familiares.

Quando começa o renda brasil 2020?

O novo Programa Assistencial do Governo Federal o Renda Brasil, ele irá substituir o programa já existente Bolsa Família e o Auxílio Emergencial. O novo projeto do governo tem por finalidade ampliar e aprimorar o programa já existente do Bolsa Família. Mas, ele será direcionado para pessoas desempregadas e autônomas.

O início do novo Programa tem a previsão para a data de finalização das parcelas do Auxílio Emergencial. Portanto o Renda Brasil pode entrar em vigor no segundo semestre de 2020, mais precisamente pelo mês de outubro e novembro. Visto que muitas famílias que agora dependem do Auxílio Emergencial do Governo vão ter sua renda afetada com o fim do programa.

Precisa se cadastrar para receber o Vale Creche?

Em primeiro momento não é necessário realizar o cadastro para o programa Renda Brasil. Afinal, ele ainda não está complementado e já que o governo tem a posse das informações referentes as pessoas que já solicitaram o auxílio emergencial.

Assim, boa parte das pessoas que iriam pedir o benefício do novo programa e tem o direito de receber o mesmo já estarão cadastradas no Renda Brasil.

Portanto, nesse caso, não há necessidade de refazer o cadastro. Existe a possibilidade, porém da criação de uma nova equipe para fazer as avaliações dos novos cadastros e dos que já estão cadastrados para verificação dos dados, e da aptidão ao recebimento.

Até o momento, pode ser que algumas análises sejam feitas para atualizar a situação do solicitante. Aliás, para ver se ele ainda se enquadra dentro dos critérios para receber esse benefício do Governo.

Quem pode receber o Vale Creche?

Até o momento não foram divulgados todos os detalhes sobre o programa Renda Brasil. Mas o que foi informado até o momento é que os trabalhadores autônomos, informais e desempregados que tiveram direito de receber o Auxílio Emergencial estariam contemplados para participar do programa. Afinal, são pessoas que já passaram por uma avaliação e estão aptas a receber esse tipo de benefícios.

O que se sabe também é que o programa irá beneficiar também famílias que tenham renda média de até R$ 250 por pessoa. Porém famílias que tenham a renda de até R$ 450 por pessoa também terá a possibilidade de receber o benefício, porém o valor pago não irá ser integral.

Também os contemplados pelo Bolsa Família, já que atualmente esse programa é pago para 20% da população brasileira. Com a criação desse novo programa a estimativa é contemplar uma maior parte de brasileiros que necessitam desse auxílio para complementar a sua renda básica mensal.

Até o momento não existem mais informações sobre o programa. Entretanto estuda-se também a possibilidade de que sejam incluídos trabalhadores que ganham até um salário mínimo. Essa inclusão será direcionada de forma que o novo auxílio seja como um complemento na renda de muitas famílias brasileiras.

Deixe um comentário