renda brasil cadastro único

CadÚnico Renda Brasil – Todos do Cadastro Único Receberão?

O ano de 2020 tem sido de muitas surpresas e mudanças abruptas. com a crise, diversos países tiveram que se adaptar à nova realidade que a situação impôs. Como meio de conter o avanço e o contágio pela doença, o isolamento social foi implementado, e consequentemente, isso acabou desencadeando uma série de problemas no campo da economia e na renda de milhares de pessoas.

Sem poder trabalhar, como ficaram os trabalhadores autônomos? Justamente por conta da crise, houve uma certa exposição da fragilidade da condição desses profissionais, que acabam recebendo um impacto muito maior em situações de crise como essa.

Para auxiliar na renda mensal dessas pessoas durante o período de quarentena, o governo criou o Auxílio Emergencial, programa que paga R$ 600 por três meses para quem teve sua renda comprometida, valor que pode chegar em R$ 1200, dependendo do caso.

Mas, como mencionado acima, a situação deu mais visibilidade à situação vulnerável que os profissionais autônomos enfrentam diariamente, e foi por isso que o governo federal anunciou o Renda Brasil, novo programa de transferência de renda do Brasil.

E desde que a equipe econômica anunciou a possível criação do programa, muitas pessoas estão com dúvidas sobre como ele irá funcionar, como acontecerá o cadastro, a relação com o CadÚnico e dentre outras questões.

Se você tem dúvidas a respeito do Renda Brasil, siga com a sua leitura e confira as informações mais pertinentes sobre o benefício.

cadastro unico

O que é o Cadastro Único?

Bom, antes de tudo é preciso entender mais o que é o Cadastro Único.

Basicamente, se trata de uma ferramenta do governo federal que é utilizada para identificar e caracterizar as famílias brasileiras de baixa renda. São consideradas famílias de baixa renda aquelas que possuem ganho mensal por pessoa de até meio salário mínimo, ou renda total de até três salários mínimos.

Com o CadÚnico, é possível conhecer a realidade socioeconômica de uma parte da população brasileira, e a partir desse conjunto de informações, consegue-se entender sobre a necessidade do acesso à serviços públicos essenciais.

É uma ferramenta essencial para a implementação de políticas públicas que possam auxiliar essa camada da sociedade a ter uma vida melhor e mais digna.

O controle do Cadastro Único é de responsabilidade do Ministério da Cidadania, e é usado para que os cadastrados participem de programas, projetos e benefícios sociais, como o Bolsa Família, por exemplo.

Todos os cadastrados no CadÚnico participarão do Renda Brasil?

O cadastro não significa a inclusão automática em programas sociais, ou seja, é preciso seguir o procedimento estipulado pelo governo para o recebimento de cada benefício existente.

Em relação ao Renda Brasil, apesar de ter sido anunciado, ainda não há nada de concreto em relação a ele, seu cadastro e seu vínculo ao CadÚnico.

Como ele será um substituto do Bolsa Família, espera-se que os beneficiários desse programa sejam automaticamente direcionados para o Renda Brasil, e aqueles que desejam ingressar no mesmo, passem pelo CadÚnico.

Em síntese, por enquanto ainda não há um meio para cadastro nesse novo benefício e nem a certeza de que todos os cadastrados no CadÚnico irão fazer parte do mesmo.

Renda Brasil o que é?

Há poucos dias, o ministro da economia Paul Guedes, anunciou que o Bolsa Família, programa tradicional de transferência de renda, possivelmente chegará ao seu fim, dando lugar a um novo benefício.

O novo benefício é o Renda Brasil, este que deverá unificar uma série de outros programas sociais, como o Auxílio Emergencial, Abono Salário e o Seguro-Defeso.

Segundo o governo, serão unificados em um único programa os benefícios considerados ineficientes, dando mais espaço no orçamento da União para ajudar aqueles que realmente precisam.

Mesmo com a mudança já anunciada, ainda não se sabe como o novo programa irá funcionar, quais serão as regras para participar deste ou mesmo como se dará a transição do Bolsa Família para o Renda Brasil.

O governo federal espera que 38 milhões de pessoas que estão cadastradas no Auxílio Emergencial recebam o benefício, este que contará com uma ampliação de beneficiados se comparado do seu antecessor.

Quem tem direito ao Renda Brasil?

O Renda Brasil funcionará de modo bem similar ao Bolsa Família, porém, com algumas mudanças em relação a quem deve receber o auxílio.

Diferentemente do Bolsa Família, que tem como objetivo ajudar famílias em situação de pobreza e pobreza extrema, o Renda Brasil também beneficiará os profissionais informais, assim como o Auxílio Emergencial tem feito nesses tempos de crise.

Ao todo, devem participar do programa cerca de 50 milhões de pessoas, que receberão mensalmente um valor estipulado pelo governo. Dentre esses, estão as diaristas, ambulantes e demais pessoas que não trabalhem com carteira assinada.

Valor do Programa Renda Brasil

O valor desse novo programa é uma das principais indagações do público. Em relação a isso, ainda não foram anunciados valores que o benefício pagará, mas acredita-se que ele seja um pouco maior do valor pago pelo Bolsa Família.

O Renda Brasil unificará outros programas sociais, como o Auxílio Emergencial, que sabemos que paga parcelas mensais de R$ 600. Dessa forma, espera-se que o novo programa do governo pague por volta de R$ 300 ao mês, que já representa um aumento em relação ao Bolsa Família, que tem um valor médio de R$ 200.

Conclusão

Como você já pode conferir ao longo do texto, não há mais informações sobre como ocorrerá o cadastro e como ficará a condição de quem já recebe o Bolsa Família. Então, se você já é beneficiário do programa, fique tranquilo.

Nenhuma mudança aconteceu na prática ainda, ou seja, o Bolsa Família continua sendo o programa oficial de transferência de renda e nada mudou em relação ao seu pagamento. O Cartão Cidadão, utilizado para o recebimento de valores pagos no Bolsa Família, permanece válido e é possível que este também seja utilizado para o novo benefício do governo.

De todo modo, espera-se um programa de transição entre os benefícios, então não há motivos para maiores preocupações, mas fique atento aos noticiários para maiores novidades.

1 comentário em “CadÚnico Renda Brasil – Todos do Cadastro Único Receberão?”

Deixe um comentário