Cancelado Programa Renda Brasil

Bolsonaro cancela Renda Brasil

Bolsonaro cancela Renda Brasil? Como assim? Quando tudo já parecida certo em relação a criação do Renda Brasil, uma informação pegou os entusiastas de surpresa. O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), cancelou o programa. Conforme ele, até 2022 ninguém mais falará sobre este assunto.

O presidente também negou as notícias mais recentes que indicavam as possibilidades de congelar as aposentadorias e cortas benefícios sociais dos idosos e deficientes pobres para financiar a criação do Renda Brasil. Ele tratou também de “proibir” a discussão do tema durante o seu governo.

Renda Brasil seria o sucessor do Bolsa Família

Em 2003 o presidente Lula criou o Bolsa Família, unificando alguns programas existentes no governo anterior, de Fernando Henrique Cardoso. Agora, a ideia do Governo Bolsonaro, debatida amplamente, consistia na criação do Renda Brasil.

A ideia era garantir uma transição tranquila do Auxílio Emergencial para este novo pagamento. Ao que tudo indicava, os pagamentos mensais ficariam na faixa entre R$ 250 e R$ 300. Ou seja, um pouco acima do que é pago pelo Bolsa Família atualmente.

Alguns inclusive defendiam que a criação do Renda Brasil seria um dos principais palanques para tentar a reeleição de Bolsonaro em 2022. Entretanto, a equipe econômica viu dificuldades de fechar a conta e encontrar recursos para financiar o programa.

Bolsonaro cancela Renda Brasil. Como fica a situação?

O Auxílio Emergencial continuará sendo pago até dezembro, depois disso não há muitas informações. Antes, pensava-se que os beneficiários do Bolsa Família automaticamente teriam direito a este novo pagamento.

O presidente já havia criticado a proposta em agosto, sendo que não deveria tirar dos pobres para dar ao “paupérrimos”.

A equipe econômica chegou a discutir cortes para criar o novo benefício, mas não conseguiu abrir um espaço de R$ 10 bilhões no orçamento.

Deixe um comentário