Aplicativo Caixa Tem

Caixa Tem Bolsa Família

A criação do aplicativo Caixa Tem possibilitou que seja pago digitalmente o auxílio emergencial. Por isso, o aplicativo também será usado para pagar o Bolsa Família. Com o Caixa Tem Bolsa Família, as famílias poderão receber o seu benefício digitalmente.

Mas já se sabe que o Bolsa Família será substituído por um novo programa do governo federal, chamado de Renda Brasil após o fim do auxílio do emergencial. Dessa forma, estudasse a possibilidade de o novo programa ser pago digitalmente através do Caixa Tem.

Assim, o Caixa Tem continuará oferecendo os seus serviços para a população mesmo após o fim do pagamento do auxílio emergencial e, até mesmo após a pandemia. Saiba tudo sobre o aplicativo Caixa Tem e o que vai acontecer com o Bolsa família. Continuar lendo.

Bolsa Família

O Bolsa Família é um programa social criado em 2003 pelo Governo Lula. Ele garante a transferência direta de renda para as famílias que se encontram em situação de pobreza ou de extrema pobreza no Brasil. Este benefício é para que as famílias consigam superar essa situação de pobreza e vulnerabilidade em que se encontram.

Com o objetivo de garantir direito à alimentação e acesso à educação e saúde, o Bolsa Família beneficia mais de 13,9 milhões de famílias em todo o país. Para solicitar esse benefício, primeiramente você tem que se inscrever no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

Vá até o CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) da sua cidade para realizar essa inscrição. Se sua família estiver dentro do perfil de renda exigido pelo programa, receberá o benefício.

Até hoje os pagamentos do Bolsa Família são realizados diretamente nos caixas eletrônicos ou diretamente da boca do caixa. Mas com o desenvolvimento do aplicativo do Caixa Tem será possível receber o pagamento digitalmente.

Sendo assim, fará com que seja evitada a criação de filas e aglomerações nas agências da Caixa, já que não será mais necessário ir até o banco receber o benefício. Mas se você deseja receber seu benefício pelos meios tradicionais, será possível.

Como funciona o Caixa Tem? Ele vai continuar existindo?

Lançado em abril de 2020 com o objetivo de facilitar o repasse de recursos federais, foi criado o aplicativo Caixa Tem. É um aplicativo de serviços e transações bancárias, que devido a pandemia do coronavírus, é utilizado para repassar o auxílio emergencial para os beneficiados.

Por essa mesma razão, está sendo utilizado para pagar o saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Pelo aplicativo você pode fazer transferências e até pagamentos. Inclusive, diversas empresas de crédito digital estão aproveitando e fazendo propagandas do assunto.

E se quiser realizar compras online, dá para utilizar o cartão de débito virtual, gerado pelo próprio aplicativo Caixa Tem. E em lojas físicas, basta utilizar o código gerado na maquininha de cartão do lojista para pagar suas compras. Muitas empresas têm aceitado esse tipo de pagamento e atraído clientes.

Esses serviços oferecidos para a população pelo aplicativo serão mantidos após a pandemia, garante o presidente da Caixa. E além deles, serão incluídos novos serviços. O Caixa Tem terá seguros, cartões e microcrédito, entre outras funções.

Bolsa Família vai virar o Renda Brasil?

O Renda Brasil é o novo programa do governo federal que deve substituir o Bolsa Família. Previsto para começar a ser pago a partir de janeiro de 2021, as famílias receberão entre R$ 200,00 e R$ 300,00.

Dessa forma, quem recebeu o auxílio emergencial por conta da pandemia do coronavírus, que terá sua última parcela sendo paga em dezembro de 2020, não ficará desamparado. Ao menos essa foi a última data confirmada pelo governo federal.

O Renda Brasil será dividido em 4 eixos: primeira infância, renda cidadã, prêmios por méritos e emancipação cidadã. Em cada eixos que as famílias se encaixarem, receberão o benefício conforme o seu perfil.

A criação de uma única plataforma digital que reúna todos os programas sociais do governo é uma ideia dos Ministros da Cidadania e da Economia. Dessa forma os brasileiros terão acesso a todos os programas mais facilmente.

Em suma, todas as famílias que são beneficiadas pelo Bolsa Família terão direito ao Renda Brasil. Entretanto, os trabalhadores MEI (microempreendedor individual) que estão recebendo os valores não devem ser beneficiados pelo novo programa.

Pandemia transformou alguns processos presenciais em digitais

A pandemia pode ter sido péssima para boa parte das pessoas brasileiras. Mas, trouxe alguns benefícios para os brasileiros. Antes da COVID-19, por exemplo, era impossível solicitar o seguro desemprego pela internet. Hoje em dia é possível fazer esse pedido.

Além de permitir a solicitação do seguro desemprego pela internet, a Caixa autorizou a transferência dos recursos. Dessa maneira, os beneficiários não precisam ir até o banco para fazer o saque dos valores. Isso é algo excelente pensando em evitar aglomerações e preservar a saúde da população.

O Caixa Tem, por exemplo, foi uma das novidades apresentadas durante a pandemia e que caiu no gosto popular. Já foram realizados milhões de download nas lojas de aplicativos. Com ele as pessoas conseguem receber os valores do auxílio emergencial e transferir para suas contas.

Uma plataforma tão completa não poderia ser descartada de um dia para o outro, certo? Por isso, o Caixa Tem Bolsa Família é algo que deverá se tornar realidade dentro de pouco tempo. Mas, até dezembro os beneficiários do programa social continuarão ganhando os R$ 300 do auxílio emergencial.

Caixa Tem Renda Brasil

Como você já sabe, Renda Brasil é o nome do programa que o governo federal pretende lançar nos próximos meses. Mas, será preciso de aprovação no congresso nacional. Ou seja, tem que ser aprovado na Câmara dos Deputados e depois no Senado.

A ideia é que os pagamentos sejam realizados também pelo Caixa Tem. Dessa forma, as filas nas casas lotéricas e nas agências da Caixa serão menores. É um aplicativo que deverá continuar trazendo mais praticidade para os cidadãos brasileiros, ainda mais para aqueles que moram longe de instituições financeiras.

Deixe um comentário